Probióticos: o que são, os benefícios e quais são os alimentos probióticos

Não é de hoje que escutamos falar sobre os probióticos, não é mesmo?

A dúvida que sempre fica é: Será que eles fazem bem ao organismo?

Ou será que devem ser evitados?

Nós preparamos um material que irá esclarecer todas as suas dúvidas com relação a esse assunto.

Vamos lá?

O que são Probióticos?

A palavra probiótico tem sua origem no grego que significa “pró-vida”. Fazendo uma analogia rápida, fica simples de compreender que probiótico é o contrário de antibiótico, que significa “contra a vida’.

Inicialmente, tivemos o termo probiótico definido como os organismos vivos que eram consumidos e executavam um ajuste na flora intestinal, uma espécie de controle de bactérias.

Com o passar dos anos e os estudos mais avançados sobre esse assunto, a atual definição é: organismos vivos que quando ingeridos causam benefícios ao organismo, principalmente, com relação a flora intestinal.

Para muitos, os probióticos passaram a ser considerados suplementos alimentares, ricos em organismos vivos e que trabalham como um agente positivo na melhoria da flora microbiana do todo o sistema intestinal.

Para que você tenha a total certeza do que são probióticos, podemos definir como alimentos que são ricos em bactérias, que geram efeitos positivos e inúmeros benefícios a flora intestinal.

É importante salientar que existe um mito sobre esse assunto. É falado que pessoas que possuem intolerância a lactose não costumam se dar bem com esse tipo de suplementação e nem com os alimentos que possuem alta dosagem da substância.

Isso não é verdade. Os probióticos ajudam a quebrar a enzima da lactose.

Para que servem os probióticos?

Com o avanço de pesquisas e estudos, a cada dia, se descobre mais informações sobre os probióticos e as funções que ajudam a desempenhar dentro do organismo.

Até onde se sabe, os probióticos servem para:

  • Melhorar a função digestiva do organismo;
  • Combater a azia;
  • Regular o trato intestinal;
  • Combater doenças como diarreia e prisão de ventre;
  • Fazer com que nutrientes como: Vitamina B, cálcio e ferro sejam absorvidos em maiores quantidades;
  • Impedir que bactérias ruins se desenvolvam no intestino;
  • Ajuda a digerir a lactose;
  • Ajuda a evitar alergias e intolerâncias;
  • Combate a obesidade, pressão alta e o colesterol ruim;
  • Aumenta as defesas do organismo;
  • Ajuda a combater inflamações;

E tantos outros benefícios!

Muitos não sabem, mas a flora intestinal precisa de probióticos, desde quando o neném acaba de nascer. Isso porque, será ela quem dará defesa ao organismo.

O leite materno é riquíssimo dessa substância!

Benefícios dos Probióticos

Os principais benefícios dos probióticos são:

  • Diminuir a azia;
  • Tratar problemas renais;
  • Melhorar o sistema digestivo;
  • Tratar cólicas;
  • Ajudar a combater gripes e resfriados;
  • Melhorar o aparecimento de acne;
  • Combater o colesterol;
  • Ajudar a controlar as bactérias que causam úlceras;
  • Auxiliar na perda de peso;
  • Pode auxiliar na diminuição do uso de antibióticos;

E milhares de outros benefícios que já foram descobertos!

Alimentos Probióticos

Os probióticos são encontrados principais em iogurtes e queijos. Esses alimentos são feitos usando principalmente a bactéria lactobacilos. A bactéria bidobacterium é outra muito usada. 

Entre os principais alimentos probióticos, podem citar:

  • Iogurte
  • Kefir
  • Chucrute
  • Tempeh
  • Kimchi
  • Missô
  • Kombucha
  • Picles
  • Nattō
  • Queijo gouda, mussarela, cheddar e cottage

Iogurte, picles e os queijos são facilmente encontrados no Brasil e são óbvias escolhas se você decidir se alimentar de um deles. Outros itens dessa lista são mais difíceis de ser obtidos. Em cidades com presença de imigrantes alemães, é provável que você encontre o chucrute. Nattō e missô você pode encontrar em restaurantes japoneses e em restaurantes koreanos você encontra kimchi.

Efeitos colaterais

Para a maioria das pessoas, os probióticos são bem tolerados e considerados seguros para o consumo. Porém, quando você começar a usar probióticos, nos primeiros dias você pode experimentar efeitos colaterais relacionados à digestão como gases e desconforto abdominal leve.

Após passar esse período de adaptação inicial, seu corpo se acostuma e sua digestão melhora.

Quem tem sistema imunológico comprometido, como pessoas como HIV, AIDS, etc, os probióticos podem levar a infecções perigosas. Se você esta sofrendo com um algum problema médico, consulte o seu médico antes de tomar um suplemento probiótico.

Probióticos vs Prebióticos

Antes de finalizar esse conteúdo, encontramos muitos questionamentos sobre a diferença entre probióticos e prebióticos.

Você tem ideia no que eles se diferenciam?

Bom, como já foi pontuado no início desse conteúdo, os probióticos são microrganismos vivos que, quando ingeridos, trazem inúmeros benefícios a flora intestinal.

A grande diferença é que os prebióticos são os nutrientes que, quando ingeridos, promovem a fermentação das bactérias que já existem em nosso organismo, principalmente, em nosso intestino.

Probióticos são alimentos que contém bactérias enquanto prebióticos são alimentos que alimentam bactérias que já vivem em nosso intestino.

Podemos dizer então, que os prebióticos são uma espécie de carboidrato que não consegue ser digerido e sintetizado por nosso organismo. Com isso, acabam sendo fermentados em nossa flora intestinal e servem de alimento para a proliferação de micro-organismos.

Com isso, cadeias de bactérias serão nutridas e podem causar doenças.

Conseguiu entender a diferença?

Se ficou alguma dúvida ou se tem algo que deseja entender melhor, mande a sua pergunta.

Queremos te ouvir e lhe ajudar!

Deixe o seu comentário

/* */