Melatonina: o que é, para que serve e os benefícios do hormônio do sono

A melatonina é chamada de hormônio do sono e pode ser encontrada facilmente em forma de suplementos em todo o Brasil.

Neste artigo informativo iremos te dizer tudo o que você precisa saber sobre esse hormônio essencial para dormirmos bem.

O que é

A melatonina é um hormônio produzido naturalmente pelo nosso corpo que desempenha um papel importante no sono. A produção e liberação de melatonina no cérebro é maior à noite e cai bastante pela manhã. Luz artificial e a luz do dia diminui consideravelmente a sua produção.

Ela é produzida tanto em animais quanto em plantas. Bananas, uvas, arroz, ameixas, azeite, vinho e cerveja são exemplos de alimentos que contém esse hormônio.

Suplementos dietéticos de melatonina têm sido estudados para observar os efeitos em distúrbios do sono, como o jet lag, insônia e problemas com o sono entre pessoas que trabalham no período noturno.

Para que serve melatonina

A melatonina ajuda a regular o relógio interno do corpo. Ela desempenha um papel muito importante em dizer ao seu corpo quando é hora de adormecer e quando é hora de acordar.

Seu corpo produz ela naturalmente principalmente à noite. Se você estiver em um ambiente escuro ele também vai produzir, mas não tanto quando durante a noite. Menos do hormônio é produzido em ambientes iluminados e durante o dia.

Além de ser crucial para o sono, a melatonina também poderia servir como um tratamento alternativo para tratar problemas como demência, zumbido nos ouvidos, epilepsia, enxaquecas e síndrome do intestino irritável. Ela também poderia ser usada para tratar disfunção erétil, mas os estudos nessa área são escassos.

melatonina 3 mg fabricado pela Piping Rock

Uma caixa de melatonina 3 mg com 250 cápsulas

Benefícios

Estudos sugerem que a melatonina pode ajudar com certos distúrbios do sono, como o jet lag, síndrome do atraso das fases do sono (SAFS), problemas relacionados ao sono devido turnos noturnos de trabalho e alguns distúrbios do sono em crianças. Tomar esse hormônio também pode ser útil para um distúrbio que provoca alterações na hora de dormir e acordar de pessoas cegas.

A melatonina não é tão eficaz para tratar a insônia em adultos, mas ela pode fazer uma pessoa dormir mais rápido.

Ela poderia diminuir a frequência de ataques epilépticos em pessoas com epilepsia, porém as evidências são fracas. Ela pode até mesmo piorar os sintomas da epilepsia (1).

Um outro benefício da melatonina é que ela poderia ser eficaz para o tratamento de distúrbios do comportamento psicopatológico relacionados à demência (2). Porém, ela não é eficiente para tratar défice cognitivo ligeiro em pessoas com demência.

As enxaquecas também poderiam ser tratadas com melatonina, porém, novamente, as evidências científicas são mixas. Um estudo (3) mostrou que tomar 3 mg de desse hormônio por dia poderia reduzir enxaquecas em até 50%, porém essa evidência não é confirmada em outros estudos (4).

Como você já deve ter notado, a melatonina é eficaz para combater problemas com o sono. Para resolver outros problemas, ela não pode não ser tão boa.

*A síndrome do atraso das fases do sono (SAFS) é um distúrbio do sono causado por ritmo circadiano fora do comum, alterando assim o período de alerta (vigília) e de sono, o ritmo da temperatura corporal, o ritmo hormonal e outros ritmos diários. Pessoas com SAFS geralmente adormecem algumas horas depois da meia-noite e têm dificuldade de acordar e se manter produtivas pela manhã. Fonte: Wikipedia.

Como tomar

Tomar até 5 miligramas de melatonina antes de dormir é a dose máxima ideal para um boa noite de sono (5). Mas geralmente 3 mg já são suficientes para a maioria das pessoas.

Não tome doses maiores do que 5 mg a menos por expressa recomendação médica.

Para crianças, a dose é consideravelmente menor. Só dê melatonina a uma criança se um médico mandar!

Efeitos Colaterais

Tomar melatonina em excesso pode atrapalhar seus ritmos circadianos. A overdose também poderia causar outros efeitos colaterais indesejados. Algumas pessoas são mais sensíveis do que outras aos efeitos da melatonina, por isso a dose que pode causar efeitos colaterais pode variar de pessoa para pessoa.

Doses entre 1 a 5 mg poderiam causar convulsões e outros problemas em crianças.

Em adultos, doses a partir de 5 mg podem causar efeitos colaterais. A dosagem que poderia causar efeitos colaterais pode variar de indivíduo para indivíduo.

Os efeitos colaterais da melatonina são:

  • Dor de cabeça
  • Tontura
  • Náusea
  • Sonolência

Ela também pode interagir com outros medicamentos, causando outros efeitos adversos ou atrapalhando o funcionamento do remédio. Entre estes remédios, estão:

  • Medicamentos para diabetes: Esse hormônio pode afetar os níveis de açúcar. Se você usa medicamentos para diabetes, busque orientação médica antes de usá-la.
  • Anticonvulsivantes: a melatonina pode diminuir os efeitos dos anticonvulsivantes em crianças com deficiência neurológica.
  • Medicamentos para pressão arterial: em pessoas que tomam medicamentos para pressão arterial, ela pode desregular a pressão arterial.
  • Imunossupressores: ela pode estimular a função imunológica e interferir na terapia imunossupressora.
  • Anticoncepcionais: usá-la junto com medicamentos contraceptivos pode aumentar os efeitos e possíveis efeitos colaterais.
  • Substratos do citocromo P450 1A2 (CYP1A2) e do citocromo P450 2C19 (CPY2C19): Se você toma medicamentos como o diazepam (Valium) e outros que são afetados por essas enzimas, tenha cautela e consulte um médico.
  • Remédios, ervas e suplementos anticoagulantes e antiagregante plaquetar: combinar o uso de melatonina com ervas, suplementos e remédios antiagregantes plaquetares e anticoagulantes pode aumentar o risco de sangramentos.
  • Depressores do SNC: tomar uma suplementação junto com esse tipo de medicamento pode causar um efeito sedativo aditivo.
  • Fluvoxamina (Luvox): este medicamento para tratar depressão, transtorno obsessivo compulsivo e transtornos de ansiedade pode aumentar os níveis de melatonina no organismo, causando sonolência excessiva indesejada.

Fonte: Mayo Clinic

Conclusão

A melatonina é importante para regular a qualidade do nosso sono. A falta dela pode ser a causa de suas noites mal dormidas. Tomar suplementação de melatonina pode ajudar você a voltar a dormir bem e a regular seus ciclos de sono.

Ela é excelente para tratar problemas com o sono, para outras coisas, ela não é tão eficiente. Se você pretende usá-la por outros motivos, consulte seu médico para evitar problemas futuros. Se você usa algum tipo de medicação, é essencial mencionar isso para o seu médico.

Checar a bula do medicamento também pode ser útil para verificar possíveis interações entre o remédio e esse hormônio.

REFERÊNCIAS

1. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23532506
2. http://www.cochrane.org/CD003802/DEMENTIA_melatonin-treatment-may-be-effective-for-the-treatment-of-dementia-related-behavior-disturbances
3. http://n.neurology.org/content/63/4/757
4. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20975054
5. https://sleep.org/articles/how-much-melatonin-to-take/
/* */