Glucosamina: O que é, para que serve, como tomar e efeitos colaterais

A glucosamina é um composto químico que o corpo produz naturalmente. Mais também é encontrado em forma de suplemento alimentar. Essa substância é muito importante para o nosso corpo, porque ajuda a manter nossas articulações bastante ágeis, assim como em cartilagens de boa saúde.

Neste artigo iremos lhe contar tudo o que você precisa saber sobre esse suplemento: o que é, para que serve, benefícios, como usar, contraindicações e efeitos colaterais.

O que é

Cientificamente falando, a glucosamina é um monossacarídeo, bem como um dos principais componentes do marisco, lagostas e outros artrópodes. É usado principalmente no tratamento da osteoartrite, sua principal função é nutrir e manter as articulações saudáveis. Cerca de dois terços da população que consomem alegam ter se beneficiado com seu consumo.

Para que serve glucosamina

A glucosamina serve para proteger a degradação articular. Os benefícios foram confirmados por vários ensaios clínicos que apontaram a utilidade desta substância para a saúde das articulações (1)(2)(3). Os resultados podem ser obtidos apenas com o uso de glucosamina ou associando-a com condroitina.

De fato, estudos mostraram que esta segunda substância isolada ou em combinação pode levar a uma redução em todos os processos inflamatórios das articulações. Isso ocorre principalmente em pacientes que infelizmente sofrem de osteoartrite.

Uma redução importante na dor articular também foi enfatizada em todos os pacientes com artrite reumatóide, bem como uma melhora na mobilidade da articulação, que infelizmente é de alguma forma afetada por um processo inflamatório (4). Também é utilizado em todos os casos em que, infelizmente, ocorreu o desbaste de cartilagem nos esportes e também no caso de lesões e traumas que, de alguma forma, exigem um reparo da cartilagem.

Alguns estudos confirmaram que a glucosamina pode agir impedindo o estreitamento do espaço articular que é criado nos joelhos daqueles pacientes que infelizmente sofrem de artrose nessa parte do corpo.

Graças à substância em questão, parece que essas lesões ao longo do tempo podem ser reduzidas. Obviamente, para que esses resultados sejam alcançados, o tratamento adequado deve ser realizado.

Benefícios

Como vimos, a glucosamina  tem sido usada há muito tempo para tratar várias doenças articulares e mais especificamente a osteoartrite. No entanto, sua função não se limita a isso. Confira os benefícios que a glucosamina proporciona à nossa saúde:

  • Mantém a quantidade suficiente de líquido sinovial nas articulações.
  • Protege as articulações, reduzindo assim o risco de lesões nas cabeças dos ossos.
  • Previne os distúrbios reumáticos/artríticos.
  • Pode ser usada para amenizar as dores causadas pelas artrites ou artroses e, problemas semelhantes que afetam as articulações e ossos em geral.
  • Ajuda o corpo a reconstruir e reparar os tecidos conjuntivos.

Como e quando tomar?

Nos casos mencionados acima, é preciso tomar glucosamina diariamente. A dose diária recomendada é 1500 mg por dia, que pode, no entanto, ser tomada em partes pequenas durante o dia.

Parece que os benefícios podem ser obtidos após algumas semanas de uso. Porém, atinge seu pico após 2 meses de uso.

No momento, pode ser encontrado na forma de suplemento em várias farmácias. As fórmulas comumente vendidas são de cloridrato de glucosamina, bem como sulfato de glucosamina e N-acetil glucosamina. É também, muitas vezes vendida em combinação com outros suplementos, tais como, o sulfato de condroitina e MSM (Metil Sulfonil Metano).

Contraindicações

O uso de glucosamina é contraindicado para indivíduos que são hipersensíveis à substância ativa. Também é proibido usar, essa substância, aqueles que são hipersensíveis a todos os produtos dos quais são extraídos. Assim, por exemplo, não pode ser tomado por aqueles que são alérgicos ao marisco.

Efeitos colaterais

A glucosamina é uma substância bastante importante para o nosso corpo, especialmente em termos de prevenção da osteoartrite e tratamento de certas doenças. No entanto, alguns efeitos colaterais podem ocorrer, mesmo que de uma entidade clínica modesta. Entre os efeitos indesejáveis ​​mais comuns, destacam-se a pirose e a diarreia gástrica. Em alguns casos raros, a glucosamina pode causar reações alérgicas.

Deixe uma resposta

/* */