Estrias – Formas de prevenção e tratamento

As estrias podem afetar diferentes áreas de nosso corpo e geralmente são muito evidentes. Elas podem surgir por diversas causas e afetam a camada profunda da derme, passam por diferentes estágios e, em certo ponto, tornam-se difíceis de remove-las. Muitas vezes, pensa-se que a prevenção pode ser feita apenas com produtos caros, mas como veremos, este não é o caso.

O que são

As temidas estrias são cicatrizes, alterações atróficas, lineares e bem delimitadas, da camada mais profunda da derme. Quando ocorre a quebra das fibras de colágeno, resulta no estiramento dos vasos com um suprimento sanguíneo reduzido. Menos irrigação de sangue significa menos oxigênio e um maior depósito de toxinas e resíduos.

As estrias geralmente aparecem no interior das coxas, no estômago, nos seios, nas nádegas e nos braços. Surgem levemente afundadas com coloração vermelha e, gradualmente tornam-se brancas e translúcidas.

Causas

As razões pelas quais as estrias aprecem no corpo são variadas. Confira os principais causadores de estria:

  • Mudanças súbitas do peso;
  • Predisposição genética;
  • Desnutrição e deficiências nutricionais;
  • Terapia prolongada baseada no uso de corticosteroides;
  • Desequilíbrios hormonais;
  • Variação do peso na fase da puberdade;
  • Síndrome de Cushing, causado pelo excesso do hormônio do stress no corpo, o cortisol;
  • Gravidez;

As estrias durante a gravidez são, infelizmente, um clássico e aparecem principalmente sobre o barriga e peito. A variação durante a gestação envolve inevitavelmente um estresse psicológico e físico, afetando naturalmente a derme, resultando na quebra das fibras de colágeno.

Sintomas

Os primeiros sintomas das estrias é o aparecimento de linhas vermelhas, regulares ou não. Geralmente é possível sentir coceira e dor e, com o passar do tempo desaparecem. Quando tocadas, elas são levemente elevadas com a pele flácida, um sinal claro da perda da elasticidade da pele.

Como evitar

Para evitar estrias você deve ser alimentar bem e beber muita água para manter a pele hidratada e, seguir uma dieta regular para não ocasionar no ganho repentino do peso. Tomar suplementos que contenha vitaminas E, K e ômega 3 também pode ser um ótimo aliado.

Manter uma rotina de atividades físicas também auxiliam na prevenção de estrias. Devido que, o exercício melhora a oxigenação dos tecidos e ajuda a manter o peso estável.

Outros fatores que facilitam o aparecimento das estrias é o uso de roupas apertadas, e o consumo de álcool e alimentos industrializados.

Tratamentos naturais

Como dissemos, a melhor maneira de prevenir as estrias é manter a pele nutrida e hidratada. Os óleos vegetais, quando aplicados diariamente, amenizam as estrias e auxiliam na preveção. Confira os melhores:

Óleo de amêndoa doce: É um óleo rico em vitamina E, ajuda a prevenir o envelhecimento da pele e a deficiência de elasticidade. Pode ser aplicado após o banho ou à noite com a adição de outros produtos, como gel de aloe vera ou manteiga de coco.

Óleo de rosa mosqueta: É um remédio comum contra as rugas e poucos sabem que é perfeito para prevenir as estrias e, também para tratá-las. É extraído de sementes de rosa rubiginosa e é rico em vitamina A.

Óleo de coco: Rico em nutrientes e com fortes propriedades emolientes, ajuda a manter a pele macia e suave.

Óleo de abacate: É um alimento rico em vitaminas A, vitamina D e vitamina E, excelente para manter a pele hidratada e nutrida.

Óleo de argan: Promove a regeneração celular e a manutenção da elasticidade da pele. O óleo possui uma ação antienvelhecimento, pois contribui para a formação de colágeno e auxilia na cicatrização das marcas de estrias na pele.

Óleo de semente de damasco: Possui um ótimo poder de hidratação e regeneração. É ideal especialmente para aqueles que sofrem de pele desidratada e dermatite.

Óleo de prímula: É rico em ácidos graxos e promove a regeneração celular, além de ser ideal para recuperar o tom e a elasticidade.

Óleo de gérmen de trigo: Particularmente adequado para aqueles que sofrem de pele seca, ressecada e descamativa.

Óleo de avelã: Ideal para a pele madura, reduz os sinais de envelhecimento e mantém a pele tonificada.

Óleo de jojoba: Esse óleo essencial previne a desidratação, mantém o pH da pele equilibrado e nutre a pele profundamente.

Óleo de groselha: Ajuda a manter a pele elástica, nutrida e firme.

Deixe o seu comentário

/* */